Está com preguiça de fazer exercícios? Leve seu cachorro junto!

faca exercicios com seu cachorro
Nossa especialista em comportamento animal Juliana Zoriki deu uma entrevista para o site Disney Babble. Acompanhe a materia abaixo.


Patricia Teixeira caminha quatro vezes por semana, 50 minutos por dia. A motivação? Ter um companheiro fiel na sua rotina de exercícios: Eros, seu cachorro de estimação. Com 4 anos, o cão da raça Bernese sempre acompanha a dona nas caminhadas e, de quebra, também gasta energia e se mantém no peso ideal.

“A sensação que tenho é de que nunca estou sozinha; o tempo passa mais rápido pela interação que tenho com ele. Criamos um elo de companhia e ele fica mais calmo, amigo e, claro, mais saudável”, afirma Patricia.

A especialista em comportamento animal Juliana Zoriki destaca que os benefícios observados em Eros por Patricia são bastante comuns nos pets que praticam exercício regularmente com seus donos.

“Além de mais saudável, o cão se torna mais sociável e menos estressado, pois a atividade física ajuda a controlar problemas comportamentais cada dia mais comuns nos cachorros, como: ansiedade, depressão, compulsão e hiperatividade”, lista.

E as vantagens não são só para os animais. A professora de educação física Roberta Aquino, do Studio Funcional Fit, destaca que fazer exercício junto com os bichos de estimação é uma grande fonte de estímulo para quem não costuma ter muita disposição.

“Além da ação da endorfina, hormônio estimulado com a atividade física que proporciona sensação de prazer, a companhia do pet traz vínculos emocionais, aumentando o bem-estar tanto do animal quanto do dono”, garante.

Entretanto, assim como acontece com a gente, é fundamental tomar algumas precauções com seu bichinho antes de começar uma rotina de atividades físicas.

“Primeiramente, o ideal é passar por uma consulta no veterinário para saber se a saúde dele está ok. Além disso, horários como o início da manhã e o fim da tarde são os ideais para evitar o sol forte”, aconselha Juliana, acrescentando que a calçada muito quente pode queimar as patinhas.

A especialista também faz recomendações específicas para algumas raças, como buldogue, pug e shih tzu, que tendem a apresentar problemas de respiração. “Respeite os limites do cachorro. Pare, deixe-o descansar quando estiver demonstrando cansaço e dê muita água durante o percurso”, recomenda.

Tomando esses cuidados, levar o seu melhor amigo para se exercitar com você pode ser uma ótima pedida. Confira algumas dicas de exercícios ideais para serem feitos junto com seu pet:

Para cães menores, idosos ou obesos, o ideal é preferir as caminhadas e aumentar a duração aos poucos, de acordo com Juliana. “Lembre-se que se caminharem por um percurso muito longo, o animal estará exausto para voltar para casa”, explica.
As corridas são indicadas para cães que possuem bastante energia e não apresentam nenhum problema de saúde.
Os donos mais dispostos podem ensinar seus cachorros a acompanhá-los em passeios de bicicleta, patins e skate.
Muitos cachorros adoram nadar, especialmente os das raças labrador e golden retriever. Quer companhia melhor para animar suas braçadas?


Fonte:

http://disneybabble.uol.com.br/br/rede-babble/sa%C3%BAde-e-bem-estar/est%C3%A1-com-pregui%C3%A7a-de-fazer-exerc%C3%ADcios-leve-seu-cachorro-junto