O cão e o Bebê

Cao e Bebe em casa
Antes da chegada do bebê, toda a atenção da casa era voltada ao cão, o que muda completamente com a chegada do novo morador. Muitas vezes os cães fazem a associação de perda de atenção e carinho com a presença da criança e isso é o principal motivo para que ele passe a não gostar do neném ou ainda ficar ansioso e inseguro desenvolvendo alguns tipos de problemas de comportamento.

Prepare o território antes da chegada do bebê: Com a chegada da criança pode haver algumas mudanças na casa, como por exemplo, locais que o cão costumava freqüentar e que não poderá mais, objetos que ele costuma pegar que não irá mais poder ou ainda a quantidade de atenção dada pelo dono que diminuirá com a chegada do recém-nascido. Altere gradativamente essas mudanças, ou seja, antes do bebê nascer vá ensinando aos poucos ao cachorro seus novos limites, para que ele não associe a presença do neném à perda de espaço ou carinho.

Além de evitar associações negativas, estimule o cãozinho a gostar do bebê mostrando o quanto é bom sua presença. Quando a criança estiver por perto é muito importante que os pais não ignorem o cachorro, ou pior ainda gritar ou dar broncas para ele não se aproximar, deve ser feito o contrário, quando o bebê estiver por perto procure sempre dar uma recompensa ao cachorro (petiscos, brinquedos, carinho) para que em pouco tempo o animal perceba que a presença da criança é algo bom para ele e não ficará enciumado.

Associar o cheiro da criança com coisas boas também é uma ótima escolha, pois quando se encontrar com ela, seu cheiro já será familiar e já estará considerando como um membro da matilha. Panos, fraldas e outros objetos podem ser colocados em locais que o cão gosta, como perto do prato de comida, perto da casinha entre outros.

A associação positiva é sempre a melhor opção.